O drama dos moradores da Rua Carlos de Moraes Andrade, Vila Santa Isabel




De segunda a sábado, vários operários de uma empresa que presta serviços para a Vivo e TIM, transforma a Rua Carlos de Moraes Andrade e parte da Rua Ponta de Leste, Vila Santa Isabel, em pátio de treinamento ao ar livre, para desespero dos moradores.

A empresa não deveria estar funcionando do local. Não tem alvará e sublocou o imóvel. Ou seja, lugar não foi alugado para a empresa. Foi alugado para uma outra pessoa e a empresa ocupou o lugar. 
O gerente do local não está nem aí, o dono da imobiliária faz de conta que não é com ele, o dono da propriedade não quer saber do assunto e a Vivo finge-se de morta.
Pela quantidade de equipamentos deixados nas calçadas, os pedestres são obrigados a caminhar pelo asfalto. Pela quantidade de carros estacionados na rua, os ônibus são obrigados a invadir as calçadas. 
Muitos dos funcionários urinam na rua e, ao fim do "treinamento", sobra um rastro de muita sujeira, como fios, sobras de equipamento e marmitas. 
Barulho, gritarias e palavrões, além de discussões entre moradores e operários são frequentes.
Já foram chamados o Psiu, a CET e até o subprefeito foi avisado pessoalmente sobre a situação. Providências estão sendo tomadas, mas há o tempo dos trâmites burocráticos. Os moradores também fizeram um abaixo-assinado. Espera-se que essa empresa não consiga um alvará de funcionamento na base do conhecido "jeitinho" e que deixem a rua e seus moradores, finalmente, em paz.















0 comentários:

Note: Only a member of this blog may post a comment.